Aliviando a dor nos ombros

Você já ouviu falar na Síndrome de Atlas?
Na mitologia grega Atlas foi condenado a carregar o peso do mundo nos seus ombros. E como pesa não é?
Muitas pessoas me trazem essa queixa de sentirem sempre os seus ombros muito tensos e de não conseguirem relaxar. Hoje eu vou trazer uma sequência muito simples com movimentos que você vai fazer em poucos minutos e vai sentir o peso do mundo ir embora dos seus ombros. Vamos lá?

Para essa prática você pode estar sentado como eu ou ainda pode fazer deitado ou de pé.
Feche os seus olhos e observe como estão os seus ombros nesse momento. Se tem muita tensão, se você sente mais peso em um lado do que no outro, se está parecido. Não tente mudar nada, só observar como está agora. Segure os seus braços nessa posição e comece a fazer um movimento com o seu ombro direito para frente e para trás. No começo você pode sentir que o movimento não está fluindo muito, no entanto vá fazendo aos pouquinhos, sinta o movimento nas suas costas e eu te convido a fechar os olhos.

Quando fechamos os olhos, abrimos nossa percepção. Sinta esse movimento, para frente e para trás, de uma forma suave, leve, deixe a sua respiração livre. Faça uma pequena pausa e observe agora o ombro que você acabou de mexer e o outro. Se tiver a sensação que esse ombro está mais baixo, pode ser verdade. Se você olhar o meu ombro na câmera, talvez você veja que esse lado está mais baixo que o outro agora, nós estamos tirando as tensões e liberando a carga dos nossos ombros.

Vamos continuar, volte a segurar os seus braços e vamos fazer um movimento com o mesmo ombro de subir e descer. Como já estamos muito acostumados a ter os ombros tensos e elevados, capriche na hora de descer o ombro, pense em levar o seu cotovelo direito para baixo, para abrir mais essa região feche os seus olhos e perceba esse movimento no seu corpo. Faça algumas vezes, pause, feche os seus olhos e perceba agora o ombro direito e o ombro esquerdo, você pode até fazer um movimento dos dois lados para perceber se tem um lado mais leve ou mais solto.

Voltando mais uma vez ao mesmo movimento, ainda com o ombro direito, você vai combinar os dois movimentos anteriores, vamos fazer um círculo com o ombro, para frente, para cima, para trás e para baixo. Aos poucos sinta o movimento ficar redondo, deixe a respiração livre e sinta o efeito desse movimento no seu corpo. Mude a direção desse movimento, vá para frente, para baixo, para trás e para cima. Mudando a direção do círculo, observe o que acontece nesse movimento, que partes do seu corpo você começa a perceber porque mudou a direção. Experimente.

Você pode parar, feche seus olhos, observe agora a sensação no seu ombro direito e no seu ombro esquerdo, deixe a sua respiração livre e sinta o efeito desses movimentos no seu corpo.
Agora eu te convido a fazer toda essa sequência do outro lado para ter um efeito mais integrador e acabar com a dor nos ombros e a dor na coluna 🙂